contato@siebertsurfboards.com +55 48 999 571 132

Siebert na Austrália

noosa-festival-banner-siebert-surfboards

No fim do ano passado decidimos vir para a Austrália com o objetivo principal de expandir o nosso trabalho num patamar internacional.

Por que Austrália?
Primeiramente pelo convite que recebi de um amigo (no verdadeira sentido da palavra), que em 2000 foi para ficar alguns meses e está lá até hoje, e não volta.

Se conseguirmos realizar este trabalho por lá, provavelmente conseguiremos realizar em outros países nos próximos anos.

Conversando com outras pessoas que trabalharam no mercado de surf Australiano, percebi que havia potencial para nossas pranchas de surf de madeira. Com a desvalorização do Real, valendo quase 3×1 Australian Dollars, e sabendo que as pranchas de madeira Australianas são vendidas pelo dobro de uma comum, decidimos ir para a Austrália no final de fevereiro de 2016, por três meses.

Outras situações também pesaram para esta decisão. Uma delas era a de participar do Noosa Festival of Surfing 2016, agora, início de março.

Surfar Noosa também será a realização de um sonho pessoal, algo que achei que nunca aconteceria. Ondas que cansei de ver e rever em filmes de longboard, nos campenatos da Deus Ex-Machina, etc.

Para iniciar este projeto, exportamos 13 pranchas de surf de madeira que iremos, ao longos destes três meses, usar para divulgação e venda. Trouxemos também cerca de 30 skateboards e alguns handplanes, para ter um mostruário mais completo dos nossos produtos.

Meu irmão Fábio Siebert, criou uma subdivisão da nossa loja virtual com os produtos que estão na Austrália (www.siebertsurfboards.com/aus). Ele comandará a Siebert por estes meses, ou não. Estamos estudando a possibilidade da sua vinda no ultimo mês da trip, já que além destes trabalhos, ele é o nosso principal surfista, o cara que está surfando na maioria das nossas fotos e vídeos.

Além das pranchas Siebert, estamos trazendo também as pranchas da nossa nova marca, em parceria com o shaper Rodrigo Dias: a Sea & Song. Mais informações aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *